Assistência TécnicaComputadoresLinuxMicrosoftNotebook

Windows/Linux, veja como fazer um Dual Boot

48views

Windows e Ubuntu sempre dividiram opiniões e espaço no HD do usuário. Muitos ainda preferem o sistema da Microsoft por diferentes razões. Porém, várias novidades estão surgindo nas últimas versões de ambos e prometem esquentar ainda mais as discussões.

O dual boot é um sistema que permite instalar dois sistemas operacionais no mesmo PC. Assim, o usuário pode escolher qual usar ao iniciar o computador. Neste artigo, mostraremos como fazer dual boot utilizando o Windows 7 (mais também pode ser Windows Vista/8/8.1/10) e o Ubuntu, os passos são os mesmos independente das versões dos OS. Além disso, mostraremos como configurar as pastas pessoais para que elas fiquem disponíveis nos dois sistemas de forma integrada.

O foco aqui não é te ensinar a instalar os OS passo a passo, você precisa ter esse conhecimento prévio, o intuito é te mostrar como preparar e fazer o Dual Boot.

O que vamos precisar?

Para realizarmos o dual boot com sucesso, é necessário um disco de instalação do Windows 7, um disco de instalação do Ubuntu e, pelo menos, duas horas de tempo livre para realizar todo o processo. Esse tempo será gasto no backup, formatação, instalação e configuração dos SOs.

Antes de começar o processo de configuração do dual boot, faça um backup de todos os arquivos importantes. Isso é altamente recomendável para assegurar que os dados não sejam perdidos acidentalmente por causa de algum erro de configuração durante o processo. Para isso, utilize algum programa para esse fim ou jogue tudo em um HD Externo ou pendrive se for poucos dados.

Configurações

O HD será dividido em três partições distintas: uma para o Windows 7, uma para o Ubuntu e uma para os arquivos pessoais. Como o disco suportará dois sistemas operacionais, não é recomendado efetuar o dual boot em discos rígidos com menos de 80 GB.

Computador com Windows 7 instalado

Caso o computador já possua uma versão do Windows (Vista, 7, 8 ou 10) instalada, é possível fazer a divisão das partições através do próprio sistema. Para isso, veja o artigo “Redimensionar partições do HD”. Verifique o espaço total do HD e faça a seguinte divisão:

  • Na primeira partição, daremos o nome de “Win7” e serão reservados 25 GB de espaço em disco para instalação do Windows 7. Este espaço deve ser suficiente para o sistema crescer ao instalar programas básicos;
  • A segunda partição não deve ser formatada, pois faremos isso somente ao instalar o Ubuntu. Porém, deixe pelo menos 12 GB reservados para ela;
  • A terceira partição será responsável por armazenar todos os arquivos de dados, tais como músicas, vídeos e outros documentos pessoais. Ela receberá o nome de “Dados” e ficará com o restante de espaço disponível em disco.

 

Gerenciamento do computador. Fonte (TecMundo)

Nota: O sistema sempre reserva uma partição com um espaço pequeno para arquivos de restauração que não deve ser alterada.

Se o computador é muito usado para programas de edição de vídeos, imagens ou para jogos muito pesados, aumente o tamanho total das partições Windows e Ubuntu de acordo com a necessidade.

Computador sem sistema operacional

Caso o computador seja novo e não possua um sistema operacional instalado, insira o CD/DVD de instalação do Windows 7 e ligue o computador. Faça o boot pelo CD e aguarde o sistema preparar a tela de instalação. Ou também pode usar um Pendrive Bootavel e instalar a partir dele, para saber como fazer esse procedimento, clique aqui.

Aguarde o sistema carregar a tela de preferências (idioma, hora e teclado) e clique em “Avançar”. Ao chegar ao tipo de instalação, escolha a opção “Personalizada (avançada)”. Com isso, aparecerá uma janela com as partições do HD. Agora, selecione a partição com mais espaço e clique em “Avançar” para iniciar a instalação.

Aguarde o término da instalação, que demora alguns minutos. O computador será reiniciado várias vezes nesse processo, portanto, não o desligue até aparecer uma tela solicitando para inserir um nome para o computador. Avance para as próximas janelas normalmente até finalizar as configurações.

Instalado o Windows 7, faça o redimensionamento das partições como indicado anteriormente. Depois de separar o HD em três partes, está na hora de instalarmos o Ubuntu.

Instalação do Ubuntu

O próximo passo é fazer o Download da versão do Ubuntu ou outra Distribuição Linux, baixe gratuitamente o Ubuntu neste link. Logo após, basta gravar em um CD ou DVD para iniciarmos a instalação. Reinicie o computador com o CD/DVD do Ubuntu gravado e faça o boot por ele. Lembrando que também pode ser feito o Boot pelo Pendrive, para saber como é só clicar aqui.

Tela de isntalação GRUB do Ubuntu.

Na primeira tela, escolha a opção “Instalar Ubuntu” e selecione as opções de idioma, configurações de teclado etc. Ao chegar à janela de configuração das partições, selecione a opção “Manual”. A janela a seguir mostra as partições que configuramos anteriormente no Windows 7.

Selecione a partição com espaço livre que possui os 12 GB que reservamos e clique no botão “Nova Partição”. Na janela seguinte, modifique o valor da partição no primeiro campo para 10000. Em “Usar como”, selecione a opção “Sistema de arquivos com “journaling” ext4”. Marque a caixa “Formatar a partição” e digite “/” em “Ponto de Montagem”. Clique em OK para confirmar as opções.

Particionamento no Linux. Fonte (TecMundo)

Ao voltar para a tela anterior, crie uma nova partição com os 2 GB que restaram na partição do Ubuntu. Faça o mesmo procedimento descrito anteriormente, porém, dessa vez, escolha a opção “Partição de Swap” no campo “Usar Como”. Clique em avançar e siga o resto dos passos até finalizar a instalação. Ao reiniciar o computador, o usuário já tem como escolher qual dos dois sistemas ele quer iniciar.

Com isso terminamos de configurar os dois SOs, ou seja, você estará apto a usar o Windows ou o Linux na hora que desejar, para alternar entre um e outro é só reiniciar o computador e selecionar qual OS quer entrar no menu de Boot.

O Ubuntu ou outra distribuição Linux não possui suporte para a maioria dos jogos e aplicativos que funcionam no Windows, mas ele continua avançando para se adaptar às necessidades de todos os usuários.

Fonte: Adaptador TecMundo

Leave a Response